Os impactos da TV sobre os indivíduos

Os avanços das tecnologias e o fácil acesso aos veículos de comunicação trouxeram para a humanidade algumas consequências. Vive-se a “Era das Comunicações”. No Brasil, a TV é o veículo de comunicação mais presente e assume, portanto, um papel importante na vida cotidiana das pessoas. Ela chega a ser um membro permanente na vida familiar, dividindo espaço na formação dos sujeitos.

Algumas mensagens montadas pela mídia e veiculadas pela televisão configuram um processo de alienação, onde diversas vezes a notícia é mascarada e repassada de forma que não imparcial. A TV facilita o caminho para a fuga da realidade desviando a atenção do telespectador de algumas questões sociais. Geralmente esquece de exercer seu principal papel perante a sociedade: mostrar os fatos contemplando a verdade.

A influência da televisão pode ser claramente percebida nas palavras de Thompson:

“Os padrões temporais da atividade receptiva são determinados por uma variedade de fatores que incluem: os horários de programação, os postos e preferências dos telespectadores e a organização temporal dos aspectos rotineiros de suas vidas cotidianas. Os horários de programas específicos podem ser um ponto chave de referência de acordo com o qual as pessoas organizam suas atividades diárias no curso de um dia ou de uma noite; e no caso dos seriados, esse processo organizacional pode se distender por vários dias, semanas ou meses.”

Isso quer dizer que aquele aparelho que fica geralmente no centro da sala e das atenções é tratado como se fosse mais um membro da família, muitas vezes tratada até com mais honrarias que os demais membros. Não é difícil ouvir por aí pais que determinam horários de refeição e horário de dormir dos filhos, de acordo com a programação da TV. É importante afirmar que as emissoras também procuram adaptar sua programação de acordo com o cotidiano das famílias no geral. Além de procurar horários específicos que prendem a atenção do receptor, os programas procuram ditar regras, promover outros costumes, alienar consumidores, entre outros.

A citação apresentada aponta, ainda, para um fator crucial de toda essa relação: como os programas mais longos, no caso de seriados e novelas, determinam, além de alterações no cotidiano, também comportamentos a serem copiados e seguidos. O estudante adolescente se veste inspirado neste ou naquele personagem, usa a expressão que ele aprendeu na novela, repetindo-a sem parar. É poderosa a força da imagem; é por isso que nos sentimos tão atraídos por comportamentos e modismos.

Muitos programas da grade da TV são voltados para o consumismo. Nas emissoras comerciais, por exemplo, nada vai ao ar sem um minucioso planejamento do retorno financeiro que pode dar aos anunciantes e à própria empresa. E por ser um veículo atrativo e influenciador, ainda existem questões de poder, classes dominantes, quer sejam públicas ou privadas, que se utilizam desse recurso, tão belo e tão devastador, de uma maneira que convença os telespectadores da importância dos seus interesses, omitidos, é claro dentro da programação.

Através da TV uma série de potencialidades existentes nesse estímulo foi desenvolvida. As suas transformações mudaram nossos esquemas mentais, nossa sensibilidade. Pautamos nossa vida, em grande parte, pelo que a televisão dita. Ela artificializa muitas necessidades, mas se fôssemos uma sociedade  que tivesse a cesso a educação de qualidade e pudesse através disso construir filtros sociais e culturais com os quais fosse possível separar o “joio do trigo”, várias gerações teriam escapado do efeito arrasador que grande parte da programação televisiva proporciona.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s